Buscando incentivar as organizações de apoio ao paciente da América Latina a criar novos projeto, o Prêmio Alianza Latina foi criado para assim fortalecer a causa da saúde na América Latina. Aberto para organizações membros e não-membro, a Alianza Latina convidou a todas as associações de apoio ao paciente a enviarem projetos e iniciativas referentes ao tema: “Uso de Dados Para Melhor Entendimento da Causa e Melhoria na Assistência”.





Dos projetos inscritos na quarta edição do Prêmio Alianza Latina foram selecionados dois para serem premiados com USD10,000 (dez mil dólares), no dia 26 de outubro, no Rio de Janeiro/Brasil, durante o jantar de gala da 12ª edição do Fórum da Alianza Latina.

Participando do Prêmio tivemos 35 projetos de associações de apoio ao paciente de 16 países. Um júri diverso avaliou os projetos considerando diversos pontos como impacto e relevância social, bem como sua cobertura, inovação, metodologia e aplicabilidade.

Como na última edição, durante a cerimônia de premiação, os ganhadores de 2016 tiveram a oportunidade de compartilhar com os presentes os resultados alcançados com seus projetos, da mesma forma que as duas propostas ganhadoras puderam apresentar brevemente seus objetivos.

Os quatro projetos finalistas da terceira edição do Prêmio Alianza Latina foram:

Respirando con Valor A.C.  – México: "Conociendo e informando: ‘A Todo Pulmón, Rompamos Estigmas’"


Fundación Movicancer – Nicaragua: “Fortalecimiento del Sistema de Registro y Vigilancia para la Gestión del Programa de Control del Cáncer Cervical en LATAM” 


Asociación Alianza para la Prevención y el Tratamiento del Cáncer en el Niño - Sanar - Colômbia: "Sistema de Información (Software) Psicosocial para la Identificación y Caracterzación de Acciones de Apoyo Dirigidas a Niños, Niñas y Adolescentes com Cancer em Bogotá, Pereira, Bucaramanga y Barranquilla que Fortalezcan el Modelo de Atención Integral en Colombia”


 Asociación Guatemalteca Héroes de Esperanza – Guatemala: “Registro Poblacional de Personas con Cáncer en la Unidad de Especialidades de Consulta Externa del Instituto Guatemalteco de Seguridad Social -IGSS-”. 


Para apresentar a cerimônia de premiação, tivemos o coach da Alianza Latina, Sr. Ricardo Pacheco, e para anunciar os ganhadores contamos com a Srta. Juliana Del Pino, da Janssen para América Latina:


  Fundación Movicancer – Nicarágua: 

Fortalecimiento del Sistema de Registro y Vigilancia para la Gestión del Programa de Control del Cáncer Cervical en LATAM”: O objetivo do projeto é criar uma base de dados aberta de câncer de colo de útero para os países da América Latina que ainda não possuem essa base de dados, desenvolvendo a partir do programa SIVIPCAN®. Essa ferramenta já existe na Nicarágua e graças ao trabalho de redução, prevenção e controle, diminuiu em 5% a taxa de mortalidade desse tipo de câncer no país.

 

Asociación Guatemalteca Heróes de Esperanza – Guatemala

“Registro Poblacional de Personas con Cáncer en la Unidad de Especialidades de Consulta Externa del Instituto Guatemalteco de Seguridad Social -IGSS-”: O objetivo do projeto é criar uma base de dados em um dos principais hospitais do país, para que assim seja possível superar os problemas de abastecimento e lotação do hospital. Com os dados levantados, a organização pretende justificar e evidenciar esses problemas que atingem o hospital e a população que necessita do tratamento.

 

13º Fórum da Alianza Latina


  • Entre os dias 02 a 07 de novembro de 2018, em Poços de Caldas, o Brasil acontecerá o 13º Fórum da Aliança Latina. Este ano, o 13º Fórum fará parte do Festival de Inovação e Impacto Social, em conjunto com a Schwab Foundation, o Grupo Folha Empreendedorismo, o Instituto Doar e a Turma do Bem. A acreditação será realizada no dia 2 de novembro, a partir das 14:00 (BRT).

    Veja

Rede Alianza Latina

  • Missão

    Promover a capacitação, profissionalização e cooperação entre organizações de apoio ao paciente para melhorar, de forma contínua, a qualidade de vida dos pacientes na América Latina.

  • Visão

    Ser o maior interlocutor frente aos órgãos de saúde e governos na América Latina.