A diferença de gênero nas doenças crônicas

O artigo do jornal El País informa que as mulheres sofrem duas vezes mais que os homens com doenças crônicas. O tempo médio que decorre desde o momento em que uma paciente crônica apresenta os primeiros sintomas até o momento do diagnóstico é de seis anos. Nos homens é a metade, de acordo com o Estudo da Mulher, Incapacidade e Doenças Crônicas realizado pela Universidade Complutense de Madri e a Plataforma de Organizações de Pacientes (POP) em 2020.

Saiba mais no artigo: https://elpais.com/sociedad/en-tu-piel/2021-03-08/la-brecha-de-genero-en-las-enfermedades-cronicas.html

14º Fórum da Alianza Latina


  • 14º Fórum Alianza Latina – Melhores Práticas para o 3° Setor da Saúde - 12 e 13 de dezembro.

    Veja

Rede Alianza Latina

  • Missão

    Promover a capacitação, profissionalização e cooperação entre organizações de apoio ao paciente para melhorar, de forma contínua, a qualidade de vida dos pacientes na América Latina.

  • Visão

    Ser o maior interlocutor frente aos órgãos de saúde e governos na América Latina.