Pesquisa Alianza Latina com pacientes e profissionais da Saúde

O Comité Diretivo da ALIANZA LATINA tem observado com muita preocupação o quanto a pandemia gerada pelo Covid-19 está afetando os sistemas de saúde em todo o mundo e comprometendo a prestação de cuidados médicos de rotina para o tratamento dos pacientes, especialmente na América Latina.

Entre algumas mudanças importantes há relatos de descontinuidade de serviços, redistribuição dos profissionais e recursos de saúde para atendimento do novo contingente epidemiológico jamais previsto. Conforme aponta a pesquisa realizada em maio pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) junto aos serviços de prevenção e tratamento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), demonstra que estes serviços estão sendo afetados seriamente desde o início da pandemia da COVID-19 na região das Américas e alerta para o potencial aumento no número de doenças crônicas em função das lacunas de atendimento em saúde que estamos vivenciando agora.

Os pacientes que representamos são pessoas com doenças crônicas não transmissíveis como câncer, diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, doenças respiratórias crônicas, entre outras doenças raras e graves, que têm um alto risco de desenvolver Covid-19 num quadro grave e até fatal. Sendo muito importante para estes pacientes seguirem medidas básicas de proteção e mais importante ainda, que tenham garantido que suas doenças crônicas sejam bem gerenciadas, sem a interrupção de seus tratamentos de saúde. 

Para compreender melhor os principais riscos e dificuldades de acesso aos serviços de saúde relacionados ao novo Coronavírus, convidamos as associações-membros da rede para participarem do “Projeto de Pesquisa com Pacientes e Profissionais de Saúde para mapear o impacto da pandemia de Covid-19 no atendimento em saúde de pacientes com doenças crônicas na América Latina”

As pesquisas foram criadas colaborativamente com a participação e curadoria do Comitê Diretivo, associações-membros da rede e profissionais de saúde, e contará também com a participação da LAPA – Latin America Patients Academy, fundada em 2018, ambas organizações sociais sem fins lucrativos que oferecem programas de capacitação e políticas públicas para lideranças de organizações sociais de apoio ao paciente na região da América Latina, com apoio da Red de Institutos e Instituciones Nacionales de Cáncer de Latinoamérica - RINC e SLACOM, uma entidade acadêmica composta por especialistas em controle do câncer que trabalha na prevenção e combate ao câncer.

Com esta iniciativa e colaboração da Rede, a ALIANZA LATINA pretende apoiar as associações-membros com análise de informações para ações de fortalecimento local do controle social e de defesa de direitos no acesso à saúde na região latino-americana em prol dos pacientes que representam.

A participação de todos é muito importante para gerar dados representativos das patologias atendidas, territórios e principais problemas apresentados na perspectiva do paciente e do profissional de saúde, compondo um mapa de impacto do Covid-19 nos pacientes representados pela ALIANZA LATINA.

14º Fórum da Alianza Latina


  • 14º Fórum Alianza Latina – Melhores Práticas para o 3° Setor da Saúde - 12 e 13 de dezembro.

    Veja

Rede Alianza Latina

  • Missão

    Promover a capacitação, profissionalização e cooperação entre organizações de apoio ao paciente para melhorar, de forma contínua, a qualidade de vida dos pacientes na América Latina.

  • Visão

    Ser o maior interlocutor frente aos órgãos de saúde e governos na América Latina.